Como Você Pode Aumentar a Receita de Seu Negócio de Comércio Eletrônico de Varejo

Aug 20, 2021 | Blog

Já faz algum tempo que as plataformas de e-commerce começaram a crescer e se tornaram cada vez mais populares no setor varejista, abrindo as portas para marcas globais e vendas por meio do e-commerce no varejo. Muitas empresas deixaram para trás a loja física tradicional para expandir no mercado e-commerce. Hoje, em parte devido à pandemia COVID19, as vendas no varejo online tornaram-se o método de compra preferido para os consumidores. Como as lojas físicas fecharam temporariamente suas portas, os compradores contaram com varejistas que contam com e-commerce para comprar de tudo, não apenas através de sites, mas também através de mídias sociais, marketplaces online e aplicativos. O e-commerce de varejo é uma fonte informativa com muito impacto, e permite que as empresas se aproximem de seu público-alvo.

Esse modelo de negócio tem sido fundamental para que as pequenas empresas da cadeia de suprimentos cresçam e acessem outros mercados, da Ásia-Pacífico à América do Norte, América Latina ou Reino Unido, algo muito difícil de se alcançar a partir das práticas de varejo tradicionais e lojas físicas. Não precisar de grandes infraestruturas e ser capaz de fazer isso sem limitações como tempo, espaço ou logística, o e-commerce trans-fronteiriço tem sido uma das principais causas que levaram à sua expansão. Mas como aproveitar essa tecnologia e implementá-la no negócio de e-commerce e experiência de compra?

Bem, vamos voltar ao básico e lembrar que no setor de varejo tudo é sobre e para o consumidor. Oferecer uma experiência única e personalizada ao cliente (CX) é de vital importância, tanto para as organizações de comércio eletrônico B2B, quanto para o e-commerce B2C. Aqueles que adotarem um modelo de comércio eletrônico com o CX mais importante da classe aumentarão a fidelidade e garantirão o crescimento da receita a longo prazo.

Atualmente, o e-commerce está crescendo, e a pandemia Covid19 deu-lhe o impulso final. Aqui estão alguns dados que evidenciam o crescimento do e-commerce no último ano:

  • Os consumidores dos EUA gastaram US$ 78 bilhões online em março, um aumento de 49% em relação ao ano anterior, de acordo com o último Índice de Economia Digital da Adobe.
  • Nove das 10 maiores empresas de e-commerce do mundo experimentaram um crescimento de receita de dois dígitos durante a pandemia no ano de 2020, de acordo com uma análise recente da GlobalData enviada para o Retail Dive.
  •  83,7% dos consumidores disseram que a pandemia os levou a usar mais Internet para comprar em comparação com o comércio tradicional, de acordo com o Estudo Anual de Comércio Eletrônico 2021 da Escola IEB.

Em uma pesquisa recente da Harvard Business Review Analytic Services, junto a quase 1.100 executivos, mostrou que 42% deles esperam que os líderes do e-commerce em suas organizações desempenharão um papel relevante quando se trata de insights e análises de sentimentos dos clientes nos próximos anos.

As vendas online agora fazem parte da transformação digital do nosso cotidiano, mas ainda não são otimizadas em muitas organizações. Para que um sistema de comércio eletrônico seja mantido ao longo do tempo, é necessário estudar a situação do mercado, a viabilidade do projeto e ter uma equipe de pessoas treinadas para realizar os processos. 

Estes são alguns pontos focais a serem considerados e mantidos em mente para realizar um negócio de e-commerce bem-sucedido:

  • Crie um plano de negócios e considere a viabilidade de investimento para a plataforma de e-commerce.
  • Considere as estratégias de fidelidade e marketing digital.
  • Escolha a plataforma certa para criar uma loja online.
  • Considere os Métodos logísticos e de pagamento.
  • Leve em conta a Internacionalização da empresa para criar uma plataforma global de e-commerce.
  • Defina e acompanhe as métricas para monitorar as mídias sociais.
  • Estude tendências de e-commerce como Bockchain, Big Data e Machine Learning.

De acordo com o Harvard Business Review Analytic Services, os principais varejistas podem estudar o comportamento dos clientes online, por meio de um aplicativo ou outros canais de marketing digital, e determinar com esses avanços tecnológicos se o CX está funcionando ou como poderia ser melhorado. Muitas empresas dividiram os dados com sucesso usando sistemas de gerenciamento de relacionamento com o cliente (CRM) para compras online, ferramentas de comunicação interna, interfaces de programação de aplicativos ou computação em nuvem. Para que o e-commerce global de varejo seja bem-sucedido, os varejistas precisam da capacidade de ver as interações dos compradores em um só lugar, seja em lojas físicas ou em compras online.

Você está procurando incorporar estratégias omnichannel em sua marca? O Teamwork Commerce  foi projetado especificamente para permitir o varejo contínuo em todos os canais, permitindo que você construa experiências com o cliente que são adaptadas para cada comprador e fornece um serviço premiado ao cliente.

Veja como podemos ajudá-lo a criar uma abordagem omnichannel para o eCommerce e implementar sistemas mPDV em sua empresa: https://www.teamworkcommerce.com/mobile-point-of-sale

Artigos Relacionados

Criando um Ponto de Venda Perfeito: Teamwork + Epson

2020 pode ser conhecido como o ano das compras online. Com o desempenho EOY esperado de US $ 4,2 trilhões em vendas globais em e-commerce, o conceito de uma experiência de compra contínua e ilimitada está cada vez mais acessível em todo o mundo. Os periféricos de hoje...

read more

Sign up for the newsletter

By submitting this form, you acknowledge that you have reviewed the terms of our Privacy Statement and consent to the use of data in accordance therewith.

Share This